sábado, 12 de março de 2011

Guerra

O mundo em guerra, e os soldados estupradores invadem o convento. Começam a matança pelas freiras mais novas. Ao passarem por uma freira velhinha, um diz para o outro:
- Deixa estar esta pobre freira velhinha. Contentemo-nos com as mais novas.
A freira idosa olha pros soldados, bota as mãos nas cadeiras e grita:
- Nada disto, meu filho. Guerra é guerra!

Nenhum comentário:

Postar um comentário