sábado, 16 de maio de 2009

Remédio para um problema especial

Agitado, o rapaz entra na farmácia. Quem o atende é uma senhora. 
— Por favor, eu gostaria de falar com o farmacêutico — diz o rapaz. 
— Pode falar: sou a dona da farmácia. Em que posso ajudá-lo? 
— É... Não é nada importante — diz o rapaz, muito envergonhado e já se retirando. 
— Escute, meu jovem — insiste a mulher. — Minha irmã e eu temos esta farmácia há dez anos e não há nenhum tipo de problema para o qual a gente não conheça o remédio. Vamos, diga! 
— Bem... — responde o rapaz, indeciso. — É que tenho uma necessidade sexual que não diminui com nada. Por mais que eu faça amor, sempre fica uma tremenda vontade. A senhora acha que tem algum remédio para isso? 
— Espere um pouco; vou consultar minha irmã. 
Daí a pouco ela volta: 
— O melhor que podemos lhe oferecer é 5000 por semana e 50% dos lucros da farmácia! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário