quarta-feira, 13 de maio de 2009

Casada quatro vezes

Duas amigas que há muito não se viam encontram-se um dia no cabeleireiro e começam a falar dos velhos tempos. 
— Pois é, querida — conta uma delas —, eu me casei quatro vezes e ainda sou virgem! 
— Mas, como pode? — pergunta a outra. 
— Ah, é simples, minha filha. Meu primeiro marido era músico e só tocava; o segundo era político e, você sabe, só prometia; o terceiro era funcionário público e deixava tudo para a dia seguinte; e o quarto trabalhava na Fazenda e acabava sempre me botando no bumbum. 

Um comentário: