sexta-feira, 24 de abril de 2009

Trabalho de parto

É uma cidadezinha do interior, onde o único médico atende preferencialmente em domicílio. Uma noite o telefone toca. É o Bastião que chama porque a mulher dele está em trabalho de parto. Já no local, o médico manda o marido sair e se isola com a parturiente cujos gritos parecem redobrar de intensidade. Alguns minutos depois o médico sai do quarto de onde emanam gritos cada vez mais fortes, e pede para o marido:
- O senhor teria um martelo?
Espantado, o marido vai até a garagem e traz um martelo. O médico o pega com ar compenetrado e volta para o quarto. Mas sai alguns minutos depois perguntando:
- O senhor não teria uma faca?
O marido empresta uma boa faca de churrasco ao médico que volta ainda mais preocupado, mesmo porque os gritos só fazem aumentar.
Cinco minutos depois o médico sai de novo do quarto. Ele está com o semblante carregado e pede uma torques, uma chave de fenda e uma serra de arco! Desta vez o marido não aguenta e pergunta: 
- O que é que o senhor está fazendo com minha mulher?
- Nada - responde o médico - Ainda não consegui abrir minha maleta!

Nenhum comentário:

Postar um comentário