quinta-feira, 18 de setembro de 2008

O desespero do Bêbado

O bêbado sai do boteco levando no bolso do paletó uma garrafa cheia de pinga. Pouco adiante, na calçada, tropeça, escorrega e cai de bunda. Com muito esforço, consegue se levantar e ficar em pé outra vez. De repente, sentiu algo molhado escorrendo em seu corpo. Ele apalpa os bolsos e resmunga:

- Tomara que seja sangue... tomara que seja sangue!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário